Roberta Reis - Redatora Freelancer

Como consegui meu primeiro cliente pelo 99Freelas?

Junte-se ao nosso grupo de redatores

Entre para a mellhor comunidade de redatores e receba os meus conteúdos com prioridade

O 99Freelas é uma plataforma que conecta pessoas que precisam de freelancers com freelancers que precisam de trabalhos.

Excelente alternativa para redatores, ela possui diversos clientes dispostos a contratar os seus serviços.

Nesse artigo eu vou contar como foi que consegui o meu primeiro por lá e também todos os erros que cometi e que talvez me impediram de fechar um projeto maior com ele.

O bom é que eu também vou dar as dicas de como você não deve cometer esses mesmos erros para que já acerte logo de primeira!

Então, fique por aqui e saiba como eu consegui o meu primeiro cliente pelo 99Freelas.

 

O que é o 99Freelas?

O 99Freelas é uma plataforma que tem o objetivo de conectar pessoas que procuram freelancers com freelancers que procuram trabalhos.

Ela conta com diversos profissionais, como desenvolvedores, designers publicitários, programadores e muitos outros.

E é claro que o site é uma ótima alternativa para os redatores encontrarem jobs também.

Lá você vai ver de tudo: clientes dispostos a pagar uma merreca, redatores que cobram um valor absurdamente baixo, alguns poucos redatores fora da curva e com preço mais elevado e clientes dispostos a pagar esse preço.

Já adianto que a ideia é que você entregue diferenciais, cobre um preço maior e atraia os clientes que enxergam valor nesse trabalho.

Mas isso é tema para outros textos.

 

Como eu consegui pegar o meu primeiro cliente no 99Freelas?

Como eu peguei o meu primeiro cliente no 99Freelas?

Primeiro é importante você saber que na época a minha experiência em escrita para blogs era muito pequena.

Antes eu utilizava a Textbroker (site que sempre indico aos iniciantes) e a Contém Conteúdo, que trabalha com projetos maiores.

Inclusive, fiquei um tempão atuando num projeto para um cliente grande de varejo, mas como eu ganhava muito pouquinho e sabia que podia evoluir nessa área, achei melhor utilizar outras plataformas.

Ao conhecer o 99Freelas não pensei duas vezes para me cadastrar.

No início eu usava o plano gratuito e por isso demorava muito para os clientes visualizarem as minhas propostas.

Ao identificar que isso era um problema, passei a pagar o plano premium sem questionar.

Hoje essa opção custa R$ 59,90 por mês e graças a ela comecei a ser uma das primeiras a aparecer nas telas dos clientes.

Mas eu tinha que chamar a atenção deles, mais do que os outros redatores, então decidi fazer um portfólio e incluir alguns textos de minha autoria (só aqueles que podia divulgar, claro).

Isso tudo já bastou para receber contatos.

O primeiro cliente que eu fechei era de uma empresa que vendia cursos de idiomas para RH.

No modelo de proposta que utilizava no 99Freelas, eu mencionei que já tinha atuado nessa área e por isso ele achou que seria interessante me contratar.

Entrou em contato por telefone e fechamos 3 artigos.

Se eu cometi algum erro de iniciante durante o trabalho?

Vários! Veja:

1- Falei muito no contato telefônico

Lembro que no dia que o cliente me ligou eu falei mais do que deveria.

É claro que depois de tanto tempo eu não consigo me recordar de tudo, mas sei que quando desliguei fiquei com a sensação de que dei diversas informações desnecessárias e que tinha sido um pouco imatura também.

O bom é que já aprendi logo de cara e no contato com o próximo fui bem mais objetiva e profissional.

2- O texto estava bem escrito, mas sem estratégias de SEO

Como trabalhei por bastante tempo em Comunicação Interna, o meu texto estava sim bem escrito, mas na época eu não tinha nenhum conhecimento em SEO (otimização para motores de busca).

O cliente não me cobrou isso, mas certamente ele teria gostado muito mais da minha apresentação se eu tivesse essa experiência.

3- Os parágrafos estavam muito longos

O cliente não falou nada sobre isso, mas hoje eu sei da importância dos parágrafos curtos, tanto para SEO quanto para uma boa leitura em dispositivos móveis (celulares e tablets).

4 - Títulos nada chamativos, assim como introdução e desenvolvimento

Na época eu não sabia nada sobre títulos persuasivos, introdução que mostra vantagens e desenvolvimento que ajuda o leitor.

Então o meu texto estava bom, mas poderia ficar absurdamente melhor.

5- Não "vendi" o produto do cliente no texto

Todo texto precisa "vender" um negócio, produto ou serviço, ou seja, é necessário mostrar diferenciais, vantagens e o que o leitor vai ganhar.

E isso sem necessariamente falar do produto ou serviço do cliente (eu acho que fica meio clichê), a não ser que ele te peça.

O meu artigo até tinha algumas informações interessantes, mas certamente não atraiu o leitor para a ação de compra ou de clique.

Em outras palavras, não coloquei o cliente como único e diferenciado no mercado.

6- Introdução e conclusão confusas

Não ficaram ruins, mas a introdução poderia ter mais cara de introdução, assim como a conclusão.

7 - Não fiz contato depois da entrega

O cliente não fez mais contato comigo e como eu estava com medo que pudesse me dar feedbacks negativos, acabei não tomando a iniciativa de ir atrás dele.

E isso é um erro, sabe por quê?

Porque você jamais vai saber onde precisa melhorar.

Pode até ser que ele tenha gostado, mas talvez estivesse atarefado demais para me ligar ou não via esse trabalho como uma prioridade.

E durante o meu contato eu poderia mostrar as vantagens em ter a parceria de um redator e incluir artigos persuasivos no blog.

 

Mas o que o redator freelancer deve fazer para acertar, afinal?

O que eu deveria ter feito?

1- Falado apenas o necessário

Jamais se comprometa com informações desnecessárias que podem colocar tudo a perder.

2- Feito uma proposta / apresentação personalizada

Depois de um tempo eu comecei a chamar os clientes pelo nome na hora de enviar uma proposta / apresentação pelo 99Freelas.

Isso gera muita empatia com o redator.

Passei também a mostrar o meu conhecimento do negócio dele (quando era o caso).

Isso o deixa mais seguro e, claro, bastante tendencioso a te contratar.

3- Aprendido SEO

Você precisa conhecer palavras-chave e saber onde colocá-las no texto e entender como utilizar parágrafos curtos, como tornar um texto atrativo, como incluir links internos, etc.

Essas estratégias têm tudo a ver com o trabalho do redator e devem sim ser praticadas.

4- Aprendido a escrita para blogs

A escrita para blogs é totalmente diferente daquela jornalística que encontramos em portais de notícias e jornais.

Ela requer parágrafos curtos, tom de conversa com o leitor, divisão em subtítulos (chamados também de listas ou tópicos), etc.

A ideia é tornar o texto atrativo e fácil de ler, inclusive em dispositivos móveis.

5- Feito um texto que entregasse valor

O título, a introdução e o desenvolvimento devem entregar valor ao cliente, resolver problemas dos leitores e mostrar o que eles vão ganhar.

Mostre os diferenciais da empresa e as vantagens em contratar os seus produtos ou serviços ou deixe clara a autoridade do seu cliente com relação aos temas que escreve para ele.

6- Entendido mais do negócio e "vendido" isso no texto

Com um simples briefing com perguntas relacionadas ao nicho de atuação, ao público, à linguagem dos textos, etc. é possível entender tudo sobre o negócio do cliente.

E você precisa mostrar a importância do negócio, produto ou serviço dele nos artigos que fizer.

Mas atenção: venda sem necessariamente vender.

Talvez não tenha que falar especificamente do serviço dele, mas sim das vantagens em ter isso ou aquilo.

Vamos a um exemplo?

Se o cliente tem um pet shop você pode fazer um texto sobre a importância do cuidado com o cão durante o banho e tosa sem falar que o seu cliente tem esse cuidado.

Isso acaba ficando um pouco clichê, entende?

Ao mencionar esses cuidados automaticamente o leitor vai entender que o Pet Shop garante essa prática.

7- Faça contato depois da entrega e feche projetos maiores

Com medo ou sem medo dos feedbacks, faça contato com o cliente e pergunte o que ele achou dos artigos.

E sempre (sempre mesmo) ofereça um projeto maior, de um ou mais textos na semana e pergunte se você pode enviar uma proposta desse projeto para ele.

Se o cliente não responder, faça o contato mais uma vez.

Você não tem que ser um chato, mas não pode deixar passar as oportunidades, certo?

 

Essa é a história de como consegui o meu primeiro cliente pelo 99Freelas.

Sim, eu errei bastante e levei um tempo para testar novas estratégias até acertar e chegar nos meus R$ 5.000,00.

Para que você já comece com o pé direito, a minha dica é que acompanhe os meus vídeos no YouTube.

Neles eu dou ótimas sugestões de como o redator freelancer pode ter muito sucesso no seu trabalho!

Artigos Relacionados

Comentários

Junte-se ao melhor grupo de redatores

Entre na lista de redatores para fazer parte do grupo exclusivo e receba os meus conteúdos com prioridade

X

[planilha gratuita]

Quanto é Possível Ganhar Como Redator Freelancer?

Descubra quanto um redator freelancer pode faturar por mês de acordo com o nível de experiência

Não tenho interesse, obrigado.

- Todos os direitos reservados - Roberta Reis